PNCE - Plano Nacional da Cultura Exportadora


Porto lança nova rota e prevê alta de 20% na movimentação
CEARÁ l Nova rota ligando o Porto do Pecém à Ásia vai impulsionar importações e exportações. 0 Governo já negocia novas linhas para Europa e EUA


Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços
01 março 2018 - 07:59

Com a previsão de crescimento em 20% nas movimentações de contêineres no Porto do Pecém, a nova linha (AC5) da Maersk Line/Hamburg Süd vai ligar 0 Ceará à Ásia e foi lançada ontem. No mar de oportunidades do Ceará, já está em negociação novas rotas do Porto para Europa e Estados Unidos.

 

Acréscimo de serviços trazem competitividade, economia de transit Ume (tempo de entrega) e incentivo à balança comercialcearense. Sobre 0 lançamento, as operações iniciam em abril e serão semanais, via Canal do Panamá. 0 serviço foi apresentado ontem, no Porto do Pecém, para empresários que já atuam com o continente asiático ou que poderão se beneficiar com a rota. Participaram também poder público e órgãos reguladores.

 

O presidente do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp S.A), Danilo Serpa, destaca que 0 novo serviço não beneficia somente 0 Ceará, mas todo 0 Norte e Nordeste brasileiro. César Ribeiro, secretário do Desenvolvimento Econômico (SDE), acrescenta que a nova rota é um momento único.

 

Como parte dos novos negócios gerados, já foi fechada grande quantidade de contêineres com Manaus, que tem na Zona Franca uma região importadora de equipamentos eletrônicos.

 

A linha para Ásia deve favorecer principalmente as exportações de frutas para a China, observa Érika Campe-lo, executiva de contas da Maersk Line. Ela destaca que, até então, não existia serviço com transit time rápido para a Ásia, sendo 0 tempo de entrega maior do que o shelf life (validade) da fruta.

 

0 novo serviço permite desenvolvimento de novos mercados. Redução de custos é o que busca Lidervan Morais, diretor executivo da Associação Baiana de Produtores de Algodão (Abapa). Ele foi conferir 0 lançamento da nova rota para avaliar oportunidades mais eficientes no escoamento do algodão produzido na Bahia, 0 que hoje é feito via Porto de Santos.

 

NEGÓCIOS

 

De 13 a 15 de março, na feira Internacional em São Paulo, estão previstas reuniões entre o presidente do Cipp S.A e parceiros de negócios.

 

IINFORMAÇÕES

 

SOBRE O PECÉM

 

> O Porto do Pecém será a única parada no Brasil da nova linha (AC5).

 

> Atualmente, as empresas que desejam importar ou importar cargas para 0 continente asiático levam até 60 dias. 0 novo serviço diminui a viagem entre Brasil e Singapura para 29 dias.

 

> Em 2017.0 Porto do Pecém atingiu 15.8 milhões de toneladas, crescendo 41% em relação a 2016 e movimentando 26% de contêineres a mais.

 

> Estão em operação oito berços. 0 nono deve ficar pronto até o segundo semestre, assim como a segunda ponte.

 

TRANSIT TIME A PARTIR DO PECÉM

 

Singapura - 29 dias (antes 41 dias); Chiwan - 34 dias; Hong Kong - 35 dias (antes 45 dias); Xiamen - 37 dias; Ningbo -39 dias; Shanghai - 40 dias (antes 53 dias).

 

Transit time dos portos asiáticos para o Pecém

 

Shekou - 43 dias; Hong Kong - 42 dias; Xiamen - 40 dias; Ningbo - 39 dias; Shanghai -38 dias; Busan - 35 dias.

 

Portos no sudeste asiático via porto Singapura /

 

Mercado potencial

 

Tailândia (Bangkok. Songkhla) / 70 milhões de pessoas; Indonésia (Jakarta, Semarang, Surabaya. Belawan) / 270 milhões; Filipinas (Cebu, Davao) / 106 milhões;

 

Malásia (Penang, Kuching,

 

Kota Kinabalu) / 32 milhões; Cambodja (Sihanoukville) / 16 milhões.

Veículo: O POVO - CE


Avaliação
0 avaliações

Comentários Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.