PNCE - Plano Nacional da Cultura Exportadora


Produtos alagoanos serão expostos em feira internacional
Popular Alimentos e Copra levam toda originalidade e qualidade dos seus alimentos para o Canadá


Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo
25 abril 2018 - 10:17

Texto de Débora Vieira

Alimentos produzidos em território alagoano serão expostos de 2 a 4 de maio, no Salão Internacional de Alimentação e Bebidas (SIAL), que acontece em Montreal, no Canadá. O evento é uma das principais entradas para os mercados norte-americano e internacional. Entre as empresas locais participantes da feira, destacam-se as indústrias alimentí- cias: Popular Alimentos, focada na produção de doces como paçoca e goiabada, e a Copra, especializada no processamento de coco seco e que tem o óleo de coco como carro-chefe. Ambas são incentivadas pelo Programa de Desenvolvimento Integrado (Prodesin), que oferece a redução de 92% no pagamento do ICMS na saída dos produtos industrializados, dependendo da quantidade de empregos gerados.

Entre os produtos selecionados estão o doce de leite, goiabada, bananada, paçoca, óleo de coco, leite de coco, além do açaí. Para o sócio da SBB Trading, Murilo Cesar Schlemper, a participação em eventos de exportação é uma grande oportunidade de negócios. “Temos, em Alagoas, uma capacidade produtiva muito grande, tanto em qualidade como diversidade. E, é necessária a diversificação das exportações; temos muita coisa boa que a gente pode exportar”, avalia Murilo.

Já para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, a participação em eventos internacionais é uma grande oportunidade para prospecção de novos mercados e estímulo à cultura exportadora em AlaKaio Fragoso Alimentos produzidos no Estado ganham espaço em evento de exportação goas. “Em 2017, a exportação no nosso Estado cresceu 58,01% em comparação com o ano anterior. Isso é fruto de um trabalho em conjunto entre as empresas e o Governo de Alagoas. Os incentivos fiscais e locacionais têm aumentado a competitividade das indústrias e, consequentemente, aberto novos mercados, estimulando, assim, a cultura exportadora no Estado.

A presença de produtos alagoanos em feiras internacionais é uma chance para apresentar a possíveis compradores de diferentes países a qualidade e originalidade dos nossos produtos”, enfatiza Brito. A participação de empresas alagoanas em feiras internacionais integram o Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE) do Governo Federal, que, em Alagoas, é formado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), Sebrae, Senac, Banco do Nordeste, Banco do Brasil e Correios


Anexos

Avaliação
0 avaliações

Comentários Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.